quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Arquivo da Falésia Azul - Casos 49 e 50

Caso 49:  “A Rede” de Sanshô

 

Sanshô perguntou a Seppô, “Quando um peixe com escamas douradas tiver passado pela rede, o que ele devia conseguir como alimento?”

Seppô disse, “Eu lhe direi quando você tiver passado pela rede.”

Sanshô disse, “Um grande mestre Zen com 1500 discípulos não sabe como falar.”

Seppô disse, "O velho monge[1] está simplesmente ocupado demais com coisas do templo."

 

[1] Isto é, “Eu”.

***

Caso 50:  Unmon e o "Pó-Pó Samadhi"

 

Um monge perguntou a Unmon, “O que é o pó-pó samadhi?”[1]

Unmon disse, "Arroz na tigela, água no balde."

 

[1] A palavra “pó” vem da expressão “seis partículas de pó”, que significa a mesma coisa que os “seis objetos”, conforme nota ao Caso 47.

Nenhum comentário:

Postar um comentário