terça-feira, 5 de novembro de 2013

Arquivo da Falésia Azul - Caso 42

Caso 42: “A Bela Neve” de Hô Koji

Hô Koji[1] estava deixando Yakusan.  Este último  ordenou que dez de seus estudantes de Zen acompanhassem Koji até o portão do templo. Koji apontou para a neve caindo no ar e disse, “Belos flocos de neve!—eles não caem em nenhum outro lugar.” Naquele momento havia um aluno chamado Zen, que disse, “Onde então eles caem?” Koji deu-lhe um tapa. Zen disse, “Koji, não seja tão duro.”  Koji disse, “Se você se nomeia estudante Zen em tal condição, o Velho En[2] nunca lhe liberará!”

Zen disse, “O que então você diria, Koji?” Koji estapeou-lhe de novo e disse, “Você vê com seus olhos, mas você é como um homem cego. Você fala com sua boca, mas você é como um homem mudo[3]  apenas.”

(Setchô acrescentou seu comentário, “Ás primeiras palavras, eu imediatamente teria feito uma bola de neve e arremessado contra ele.”

 

[1] Koji é um título honorífico para um praticante leigo do Budismo.

[2] Geralmente chamado “Emma-Daiô” (o Rei do inferno Emma). Diz-se que ele é o juiz temerário na entrada do reino dos mortos.

[3] Em inglês, ‘dumb’, que também significa estúpido, burro, tolo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário